Notificação tem por finalidade veicular pretensão de prover a conservação e salvaguarda de direitos, manifestar intenção formal, fazer público o protesto, a recusa ou oposição a certo fato, negócio ou cláusula contratual, veicular informação ou notícia, convocar pessoas, responder a pedido ou impugnar pretensão formulada por terceiros. É instrumento largamente empregado em cobranças e principalmente para constituir em mora o devedor remisso. É ato complexo pelo qual o escrevente-notificador – portando fé pública – leva ao conhecimento do destinatário o inteiro teor do documento escrito que já está registrado no Registro de Títulos e Documentos. O Cartório, a pedido de interessado-apresentante, também pode remeter a notificação através do Correio – por carta com aviso de recebimento (AR).

O reduzido custo e a praticidade são fatores de estímulo ao constante crescimento das notificações extrajudiciais. Em São José dos Campos, a notificação promovida por escrevente-notificador custa a partir de R$ 114,42; se promovida por AR, a partir de R$ 59,27. São muito empregadas em cobranças amigáveis, com excelente resultado tanto para credores, que conseguem receber ou re-pactuar a dívida, preservando o cliente pelo fato de não ingressarem com ação judicial, quanto para devedores, que, convocados para compor o débito de forma amistosa, acabam efetuando o pagamento para se livrarem dos aborrecimentos da iminente demanda judicial. 

A partir de 2 de julho de 2003, com a instalação do 2º Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica em São José dos Campos, há uma nova opção de registro de notificações na cidade. Antes, as notificações na Comarca eram promovidas exclusivamente pelo 1º Registro. Agora, o 2º Registro, que já nasceu totalmente informatizado, instalado no Centro, na Rua Vilaça, 235 - Telef. 3942-4303, oferece mais uma inovação tecnológica: a notificação on-line, que possibilitará a Bancos e Escritórios de Cobrança o envio, por e-mail, dos pedidos de notificações diretamente ao 2º Registro.